terça-feira, 30 de janeiro de 2018

AGRICULTOR TOMA SUSTO AO SER INFORMADO NO BANCO QUE ESTAVA MORTO

Esteve hoje TERÇA-FEIRA 30/01/2018, no centro de Crateús, procurando um advogado, cidadão que está sendo prejudicado, com o nome no sistema da caixa Econômica Federal, constando um certidão de óbito.

A vítima é o agricultor: JOÃO ALVES SIQUEIRA, 58 anos, mora na localidade de Várzea Alegre, zona rural de Independência.

Em entrevista à este repórter, seu JOÃO falou que ao chegar no atendimento da caixa econômica, o funcionário ao checar seu nome, apareceu no sistema do banco um certidão de óbito, certidão esse  informando que ele teria morrido no mês de maio de 2016.

A vítima esteve nesta manhã em um escritório advocatícios para levar o caso pra justiça. Quer saber como isso aconteceu, se foi um erro, ou alguém fez isso de forma proposital para tirar proveitos e ao mesmo tempo lhe prejudicar..

MATÉRIA DO ANTÔNIO FONTENELE

0 comentários:

Postar um comentário