segunda-feira, 9 de abril de 2018

JORGINHO PRESO NO DISTRITO DE SUCESSO ACUSADO DE TER MATADO SEU PRIMO

Polícia Militar do destacamento de Sucesso, SGT Siqueira e SGT Dos Santos, prenderam nesta tarde de segunda feira 09/04/2018 o Jorge Luís Martins de Souza "JORGINHO", 25 anos, solteiro natural de Crateús, residente em Sucesso Tamboril.

O mesmo, em companhia de Josimar Martins de Souza, também residente em sucesso, no dia (06/04) por volta das 00:40 em Sucesso assassinaram a tiros: Antônio Luciano de Souza, 44 anos no  Sucesso.

Vítima foi alvejado no abdômen e tórax e veio a óbito no local. Na mesma ocorrência saíram lesionadas as pessoas de: Francisco Jorge da Silva Vieira 17 anos atingido no tórax e Robe Carlos Nunes Bonfim Júnior, 18 anos, residente em Sucesso. Ele foi atingido de raspão no rosto.

No mesmo dia do crime o Josimar foi preso em flagrante pela PM e já se encontra preso na cadeia de Tamboril.

Porém Jorginho estava foragido e hoje policiais conseguiram lhe localizar e efetuaram sua prisão.

Jorginho foi levado para a delegacia de polícia civil em Tamboril onde foi apresentado ao delegado Dr Augusto Soares, sendo Jorginho autuado em flagrante e em seguida encaminhado para a cadeia pública de Tamboril onde ficará a disposição da justiça.

Entrevista:

Jorginho concedeu entrevista a nossa reportagem e disse que a idéia de matar Luciano, partiu do Josimar.

Segundo Jorginho,  seu primo Josimar teria ficado com raiva de Luciano pelo fato do mesmo não ter aceitado mais que Josimar continuasse trabalhando (cuidando de um Cavalo) juntamente com a vítima, daí Josimar teria convidado Jorginho para assassinar a vítima.

Jorginho confessou que a arma usada no crime (revólver) era de sua propriedade e que o mesmo teria comprado na feira da Parangaba em Fortaleza.

Jorginho disse ainda que no dia do Crime ele efetuou apenas um disparo e que os outros tiros teriam sido efetuados por Josimar.

Jorginho disse está muito arrependido e até chorou durante a entrevista.

Jorginho aproveitou ainda para mandar um recado para a família da vítima " eu sei que eles não vão me perdoar, mais mesmo assim eu queria pedir desculpas a família do Luciano" disse o acusado Jorginho.

Repórter: Gonçalinho Rodrigues.

0 comentários:

Postar um comentário