terça-feira, 17 de abril de 2018

PAI DROGADO PRESO ACUSADO DE ESPANCAR CRIANÇA ( SEU FILHO)

Um homem identificado como Francisco das Chagas Vieira Batista, de 39 anos, foi presoem flagrante acusado de espancar com requintes de crueldade o filho recém-nascido. O bebê de apenas um mês, teria sido agredido por volta das 04h da manhã de sábado, na rua Cristo Rei, bairro Parque Vitória, na zona Sul de Teresina.

O local é de difícil acesso e vizinhos relatam que o casal se mudou para a residência há pouco tempo. “Só soube de manhã que tinha espancado a criança e machucado muito, está com pouco tempo que eles moram aqui, cheguei a ver só de longe. Só vi o boato de manhã que a polícia estava aqui, não conheço eles”, disse uma vizinha.

Aos policiais, Francisco disse que agrediu o menino por suspeitar que ele não seria o seu filho. A mãe do recém-nascido tentou esconder dos médicos a agressão mas a polícia foi acionada e ao serem presos o casal trocou acusações.

Pai é principal suspeito do crime (Crédito: Reprodução)

“Nós recebemos a informação no sábado por volta das 04h via Copom que uma criança estava sendo agredida no Parque Vitória, a Companhia do Promorar chegou até o local da residência e foi constatado a veracidade dos fatos, só que não encontramos mais ninguém, foi feito o deslocamento até a UPA do Promorar e lá foi constatado que a mãe estava com a criança no hospital. O bebê teve a face toda quebrada, a boca destruída, o maxilar quebrado, a criança estava com o rosto totalmente desfigurado, mordida nos peitos, pescoço, como se os lábios tivessem sido cortado com estiletes. Foi feito procedimento e constatado que foi o pai da criança que cometeu esse crime quando achou que a criança não era filha dele, recebemos informação que eles passaram o dia bebendo e na madrugada aconteceu esse fato. A mãe tentou esconder, foi intimidada pelo marido, nós voltamos até o local, efetuamos a prisão do acusado onde ele foi atuado na Central de Flagrantes. A médica de plantão da Upa do Promorar fez a remoção da criança para o HUT, ela está em estado gravíssimo e passou por uma cirurgia. A mãe não foi indiciada, apenas o pai foi autuado, estamos fazendo todos os levantamentos e provavelmente o delegado vai chamar novamente a mãe para prestar os esclarecimentos”, afirmou o comandante da Companhia.

A médica que atendeu a criança na UPA do Promorar disse estar chocada com o caso e que o bebê terá que fazer uma reconstituição da face. “Ele chegou em um estado bastante crítico, estava saturando bem mas estava com o tórax todo cheio de mordidas, cortes na orelha, no rosto, com manchas roxas pelo corpo e a parte do abdômen tinha muitas mordidas, mordidas também no rosto e a parte toda do rosto cortada, tanto o queixo como a boca, a boca foi completamente destruída por objetos cortantes”, declarou.

De acordo com o diretor do Hospital de Urgência de Teresina, Gilberto Albuquerque, o quadro da criança é estável. “Essa criança apresentava múltiplas lesões principalmente na face, lesões cortantes, traumáticas e a primeira cirurgia foi realizada ontem que é a limpeza cirúrgica da região. Agora está em uso dos antibióticos e aguardando novas condutas conforme a evolução do caso. A primeira etapa já foi feito ontem a tarde para a reposição dos tecidos, dependendo da evolução é que podemos programar as demais cirurgias, ela se encontra estável, quadro clínico mais seguro e esperamos que essa evolução seja satisfatória”, afirmou.

FONTE: MEIONORTE.COM



0 comentários:

Postar um comentário