sexta-feira, 2 de novembro de 2018

PRESO CASAL ACUSADO DE ENCOMENDAR MORTES EM PARAMBU

Policiais do BPRaio de Parambu, prenderam na noite da quinta-feira (01) um casal tido como mandante dos crimes ocorridos na noite de ontem naquele município.

Os crimes aconteceram por volta das 20h, na localidade de Catolé, na zona rural de Parambu, em que foram vítimas membros de uma mesma família, Pai, mãe e filho respectivamente.

Na citada localidade as vítimas trafegavam de motocicleta e quando se aproximavam do local de moradia, foram surpreendidas por dois homens que atiraram contra os ocupantes da moto levando à óbito a dona de casa, Marleide Souza Pereira, 33 anos, o filho dela Edilson Pereira Matias, de 11 anos, e ferindo o esposo dela e pai da criança Edmilson Fernandes Matias, 35 anos, vulgo Pixilinga, que foi lesionado com um tiro no braço.

A mulher ainda foi socorrida por populares para o Hospital Dr. Cícero Ferreira Filho, na Sede de Parambu, mas morreu antes mesmo de chegar na unidade de saúde. O filho do casal o garotinho Edmilson, que também foi atingido pelos balaços conseguiu fugir em meio ao tiroteio, mas também foi encontrado morto próximo ao quintal de uma casa, enquanto Pixilinga que foi atingido com um tiro no braço, deu entrada no Hospital Dr. Cícero Ferreira Filho, em Parambu e, depois foi transferido para o Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, da cidade de Tauá.

Mandantes foram presos

Logo que tomou conhecimento dos fatos uma composição do BPRaio passou a diligenciar e conseguiu prender os mandantes do crime, o casal Ricardo Vieira de Oliveira, 33 anos e Risoneide Bezerra Pereira, 23, residente na comunidade de Gato, próximo a localidade de Catolé, onde aconteceu a tragédia.

Segundo os policiais que participaram da diligência, Ricardo e Risoneide foram presos em meio a multidão que se aglomerava em frente ao hospital de Parambu. Ambos foram conduzidos à Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá e apresentados a Delegada de plantão Dra. Ritiane Oliveira da Silva, que autuou o casal no artigo 121 do CPB.

Motivação

Segundo o que foi apurado, os crimes aconteceram por causa de uma rixa antiga entre Pixilinga e Marleide e o casal Ricardo e Rosineide. A rixa foi gerada, depois que Ricardo tentou manter um relacionamento amoroso com a esposa do Pixilinga, que revelou o assédio ao marido. Isso ocasionou um atrito entre as famílias.

Testemunha

Uma pessoa que ajudou no socorro de Marleide contou à Polícia que a mulher antes de morrer revelou que Ricardo teria sido o mandante do crime. O casal está preso e as diligências continuam na tentativa de prender os executores.

Repórter: London Johnson

0 comentários:

Postar um comentário