COMOÇÃO E TRISTEZA NA PASSAGEM DO CORPO DO ALUNO VÍTIMA DE HOMICÍDIO NA ESCOLA OLAVO BILAC

Tarde de sexta-feira 22, no Colégio Olavo Bilac, bairro dos Venâncios, Crateús. Foi uma tarde diferente, um espaço sagrado da educação, saber, conhecimento... Hoje foi especial, dedicado ao aluno vítima da violência avassaladora, que mata, destrói, que está destruindo a juventude contemporânea do nosso país. Crateús não está fora dessa triste realidade. Professores, alunos, pais, família do Francisco Antônio Holanda Ferreira estiveram presente, foi um momento diferente no Colégio. A educação com toda certeza é uma arma poderosa contra qualquer crime. Esse crime não pode ser interpretado como um homicídio simples, apenas mais uma morte na estatística, esse crime foi um insulto e tentativa de intimidação a educação, as autoridades e órgãos competentes dessa cidade. Ouvi diversos pais falando que não vão mais matricular seus filhos com medo da violência. É preciso que o estado dê uma resposta altura do fato. Até o momento tem um menor apreendido, más a polícia civil tem informações que mais pessoas participaram do crime. O enterro foi realizado as 18:00 no cemitério Santa Rita.

Postar um comentário

0 Comentários