segunda-feira, 26 de novembro de 2018

EX DIPLOMATA ACUSADO DE AGREDIR ESPOSA SE ENTREGOU À POLÍCIA NO RIO DE JANEIRO

empresário e ex-diplomata Sergio Schiller Thompson-Flores, suspeito de agredir a mulher, Cristiane Machado, se entregou na tarde de domingo (25) na 28ª DP (Campinho), no Rio. A informação foi confirmada pela delegada do caso, Débora Rodrigues.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que Thompson-Flores entrou no sistema prisional do estado na noite do domingo. Ele foi encaminhado ao presídio de Benfica, conforme apurou a TV Globo. "Mais informações não serão divulgadas por questões de segurança", disse a pasta.

O advogado de Sergio disse à reportagem que ainda não sabe por quais crimes o cliente vai responder porque não teve acesso a denúncia.

O caso ganhou destaque após a atriz Cristiane Machado ter gravado algumas das agressões que sofreu do marido. Ela instalou câmeras em casa que registraram, em 31 de agosto, tapas e tentativas de enforcamento.

Com medo de ser morta, denunciou o marido à polícia. Em 31 de outubro, Thompson-Flores teve a prisão preventiva decretada, porque teria descumprido uma medida protetiva. Ele era considerado foragido.

Atriz instalou câmeras escondidas para provar perigo de ser morta pelo marido

Quando a denúncia de Cristiane foi divulgada no Fantástico, no dia 18 de novembro, os advogados do ex-diplomata negaram as agressões e consideram ilegal o mandado de prisão por descumprimento de medida protetiva, afirmando que durante setembro e outubro o casal conviveu em harmonia.

Disseram ainda que as acusações eram motivadas por interesse financeiro. Sobre as imagens, alegaram que foram editadas por Cristiane e que representam uma reação a uma ação anterior que teria sido praticada por ela.

Quem é o casal

A atriz atuou em várias novelas da TV Globo e inspirou a escultura feita pelo artista Vik Muniz para a abertura da novela "Passione", de 2010. Thompson-Flores é ex-diplomata e empresário.

O casal se conheceu em março de 2017, e o casamento civil ocorreu em novembro do mesmo ano. Cinco meses depois, houve o casamento religioso.

Informações sobre a rotina

No Fantástico do último domingo, Cristiane contou que, mesmo foragido e proibido pela Justiça de se aproximar, ele tentava saber informações sobre sua rotina. “Eu fiquei sabendo que ele liga pro caseiro constantemente pra saber os passos que eu dou pela casa (...). Essa semana e outras vezes”, contou.

Em nota, os advogados de Thompson-Flores disseram que é mentira que o ex-diplomata tenha telefonado para o caseiro para perguntar sobre Cristiane, mas sim sobre o estado da sua casa, dos seus bens e dos animais de estimação.

Outros relatos de agressão

Depois que o caso ficou conhecido nacionalmente, outras mulheres entraram em contato com Cristiane Machado para relatar que também tinham sido vítimas da agressividade de Thompson-Flores.

“Algumas mulheres vieram falar comigo que não foi a primeira situação em que ele agrediu mulheres. Mas essas pessoas, até uma vizinha, inclusive, eu não cheguei a conversar direito, não tive tempo hábil para saber o que passaram exatamente com ele. Mas ficou claro que isso já é uma coisa recorrente, mas ainda não tenho como provar”, disse Cristiane, que preferiu não dar detalhes do que ouviu destas mulheres.

FONTE G1

0 Comments:

Postar um comentário

 
---------------------------- PATROCINADORES ------------------------------