CONDENADO A 16 ANOS E 4 MESES DE CADEIA ACUSADO DE TER MATADO AGRICULTOR NA CALÇADA DA IGREJA NA CIDADE DE ARNEIROZ

O Tribunal do Júri Popular de Arneiroz condenou o réu Antônio Tales Gomes de Souza, vulgo “Capa Preta”, a 16 anos e 4 meses de reclusão em regime fechado, pela morte do José Idalmir dos Santos Silva, assassinado a golpes de faca naquela cidade em 15 de maio de 2016, na calçada de uma casa no entorno da Igreja do Bairro Santo Antônio.

A vítima foi degolada e as investigações da Polícia Civil de Tauá, apontaram o Capa Preta como sendo o autor do crime.
Ele fugiu, mas foi preso 18 dias depois, pelos inspetores Wilson, Michel e Baiano da DP de Tauá, e desde então estava recolhido à cadeia pública da cidade de Arneiroz aguardando julgamento.

A Sessão foi presidida pelo Juiz Dr. Tadeu Trindade. A acusação foi feita pelo promotor de Justiça Dr. Marcos e a defesa do réu foi patrocinada pelo advogado Guto Lima.

Lindon Johnson
Foto (arquivo)

Postar um comentário

0 Comentários