POLICIAL MATA OUTRO POLICIAL NA PRESENÇA DE CRIANÇA APÓS BRIGA DE TRÂNSITO EM TERESINA

Um militar do Maranhão disparou três tiros durante uma briga de trânsito, matando um policial do Piauí, identificado como Samuel de Sousa Borges – de 30 anos, conhecido como cabo Borges. O crime aconteceu nas proximidades do colégio Dom Barreto, em Teresina.
Segundo informações da polícia, a vítima estava com um filho, que presenciou toda a briga e viu o pai morrer. “Eles estavam passando pelo Dom Barreto, um seguindo o outro, e de repente pararam na esquina e puxaram as armas. O segurança do colégio pediu que os dois se acalmassem por causa da criança. Os dois colocaram as armas no bolso e o que matou puxou outra arma e disse: ‘essa aqui é para matar’, e deu três tiros no pai da criança”, afirmou uma fonte que não quis se identificar.
Relatos apontam que uma briga de trânsito teria terminado na tragédia. “Ao chegar na esquina do Dom Barreto, próximo à minha casa, o policial (do Maranhão) estava com uma arma e atirou no outro policial a uma distância de 1 metro e meio”, disse uma testemunha que também não se identificou.
O policial que efetuou os disparos, que é lotado no Batalhão de Polícia Militar de Timon, teria usado duas armas, uma .40 e um 38.
A vítima, era lotada no Batalhão da Polícia Militar de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), do Piauí. O delegado Williame Moraes – gerente da Polícia do Interior, disse que estva indo deixar a filha no colégio e teve que intervir na briga.
O delegado afirmou que deu voz de prisão contra o acusado e entrou em contato com o coronel Lindomar Castilho, pedindo apoio da PM. O acusado foi conduzido para Central de Flagrantes de Teresina. O delegado informou ainda que o acusado disse que matou o policial porque estava sendo perseguido no trânsito.

FONTE SOMOS NOTÍCIAS 


Postar um comentário

0 Comentários