ADOLESCENTE APREENDIDO ACUSADO DE AGREDIR PRÓPRIA MÃE NA CIDADE DE TAMBORIL

Fato aconteceu por volta das 14:40hs de quinta feira 05/03/2020, quando a dona de casa:. Eugenia Rodrigues dos Santos, conhecida por Lana, 39 anos, separada, residente na localidade de Carão - Tamboril, procurou a polícia militar e relatou que havia sido agredida pelo próprio filho um adolescente das iniciais: E.S.S., 16 anos, agricultor, amasiado, Residente no Bairro Monte Azul - Tamboril.

Policiais militares sargentos Teixeira, Wilton e Paiva, saíram em diligências em conseguiram localizar o adolescente na casa de sua avó na localidade de Cacimbinha - Tamboril.
Vale ressaltar que o acusado estava de posse de uma espingarda socadeira que também foi apreendida.

O adolescente foi encaminhado a delegacia de polícia onde foi apresentado ao Delegado Dr Luiz Arthur.
A vítima (mãe do acusado) foi levada ao hospital local onde foi submetida ao exame de corpo de delito.

O Delegado autuou o menor infrator pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido, lesão corporal dolosa, ameaça, injúria e porte ilegal de arma de fogo (nova legislação), e em seguida foi liberado.

Em conversa com o repórter Gonçalinho Rodrigues, o adolescente negou as acusações e disse que estava sendo perseguido pela própria mãe.
Essa mulher quer ver o meu pai morto e quer me ver na Febem, pois ela arrumou um namorado  , e por isso ela está querendo nos prejudicar, disse o adolescente.

Já o senhor Erivaldo Silva Santos, conhecido por Louro , e pai do adolescente e ex esposo de Lana, também concedeu entrevista a nossa reportagem .
Louro relatou que foi casado com Lana com quem teve três Filhos (16, 12, e 11 anos respectivamente ), e que atualmente estão separados.
Louro disse que os filhos moram com o mesmo pois não querem morar com a mãe, e que Lana teria lhe expulsado de casa só com a roupa do corpo.

Ela tomou tudo que era meu, me botou pra fora de casa e ainda tomou o Bar que eu tinha que era o meu ganha pão, e os filhos se revoltaram com ela, e vieram todos morar comigo. Infelizmente essa mulher não nos deixa quieto, e agora quer enrrolar até o próprio filho, falou o agricultor Louro pro repórter Gonçalinho.

Repórter Gonçalinho Rodrigues 

Postar um comentário

0 Comentários