REVIRA VOLTA NO CRIME QUE VITIMOU JOVEM NO DISTRITO DE SUCESSO E MÃE DA VÍTIMA FOI PRESA E IRMÃO MENOR APREENDIDO PELA POLÍCIA CIVIL

CRIME:
Aconteceu na madrugada do dia 27 de junho de 2020, na Vila Timbó - Distrito de Sucesso - Tamboril, e a vítima foi a Jovem : Diélica Teixeira Veras, 19 anos, filha da Diana, Residente na Vila Timbó - Sucesso - Tamboril.

No dia do crime a mãe da vítima apresentou para a polícia a versão que sua filha havia acabado de chegar da Rua e estava em casa aí lado do irmão R.S, 15 anos , quando um elemento desconhecido teria chegado e pelo lado de fora da residência teria efetuado um  único disparo que veio a atingir a cabeça da jovem Diélica que veio a óbito no local.


Ainda no dia do fato, a pessoa de R.S, acabou fugindo , chegando a ser levantada uma possibilidade de Diélica ter sido morta por engano.
No mesmo dia do crime o senhor Alberto (esposo da vítima), que estava trabalhando em Itaitinga, ao saber do ocorrido retornou ao Distrito de Sucesso e em seguida compareceu a delegacia de polícia civil em Crateús onde prestou esclarecimento e negou qualquer envolvimento no crime.

Na semana seguinte o Delegado Dr Luiz Arthur ouviu o depoimento de R.S (irmão de Diélica), o qual na presença do delegado e do conselho tutelar, o mesmo veio a confessar s autoria do crime.
O Adolescente disse em sua versão, que estava brincando de roleta russa qundo a arma veio a disparar vindo a matar sua própria irmã.
Como não existia mais o Flagrante e nem mandado de busca e apreensão o Adolescente acabou sendo liberado após ser ouvido.


Dr Luiz Arthur continuou ouvindo outras pessoas incluindo a senhora Diana (mãe de Diélica).
Ainda durante as investigações o delegado conseguiu apreender um revólver calibre 32, arma utilizada no homicídio que vitimou Diélica.
Após concluir o inquérito policial, Dr Luiz Arthur acabou representando pela prisão de Diana e pela apreensão de R,S .

Já nesta quarta feira 15/07/2020, a justiça decretou a prisão de Diana e a apreensão do Adolescente R.S.

Nesta quinta feira 16/07/2020, a equipe do Delegado Dr Luiz Arthur se deslocou até o Distrito de Sucesso e com os mandados em mãos, acabou apreendendo  a pessoa de R,S,  que em seguida foi encaminhado para a delegacia de polícia civil em Tamboril.
Já por volta das 17h os policiais conseguiram localizar a acusada:. Antônia Ferreira Teixeira, conhecida por Diana, nascida aos 28/11/1981 (39 anos), residente na Vila Timbó no Distrito de Sucesso.


Ap

ós ser presa Diana foi levada a Delegacia de polícia civil em Tamboril onde se juntou ao filho  que havia sido apreendido pela manhã.
Já no início da noite,  mãe e  filho foram recambiados para a delegacia regional de polícia civil em Crateús, de onde o Adolescente R.S, será  encaminhado  para um centro de internação em Fortaleza, e Diana transferida para um presídio feminino na capital Cearense.

CRIMES ATRIBUÍDOS:
DIANA, está sendo acusada dos crimes de Falso testemunho, omissão de socorro ,  formação de quadrilha, e  favorecimento pessoal.

E.S, está sendo Acusado de fato Análogo a Homicídio culposo, omissão de socorro e fato Análogo a porte de arma.

Com a prisão da mãe e a apreensão do filho e da arma, o  crime de Diélica está devidamente elucidado, graças ao trabalho eficiente e de forma muito competente realizado pela equipe da Delegacia de Polícia Civil do município de Tamboril.

O crime de Diélica causou uma grande repercussão e ao mesmo tempo muita comoção em todo o município principalmente dentro do Distrito de Sucesso onde a jovem era muito querida.

Diélica deixou uma criança de aproximadamente 2 anos de idade, que atualmente está sendo criada pelo pai.

CHEGADA NA DELEGACIA:. Diana chegou na delegacia escoltada por policiais civis, a mesma apresentava está muito tranquila.

A prisão de Diana e a apreensão de R.S, está causando uma grande repercussão em todo o Estado do Ceará, devido a grande repercussão diante do Homicídio e pela forma que Diélica foi morta.

Nas redes sociais e em todo o município de Tamboril, são vários os comentários da população em reconhecimento ao grande trabalho da polícia civil do referido município.

A polícia civil da uma resposta a população de Tamboril, e elucida um crime que tinha tudo para ficar na impunidade.


Fonte Gonçalinho Rodrigues 

Postar um comentário

0 Comentários